quinta-feira, 21 de julho de 2016

4 Razões para gostar de Gaspacho



Famosos pelas siestas e fiestas, os nossos vizinhos espanhóis também merecem ser reconhecidos pela criação rei das sopas frias, o grande gazpacho. Originário da Andaluzia, e com diversas variações culinárias por todo o país, o tradicional gaspacho arrefece qualquer alma ardente e é feito a partir de ingredientes básicos da horta e da mercearia: tomates, pimentos, pepinos, alho, pão “de ontem”, azeite, vinagre e água bem gelada.

Em Espanha, a tradição diz para triturar tudo e apreciar esta iguaria na forma de um puré, cremoso e rosado, mas em Portugal a conversa é outra. Gostamos de saborear os nossos produtos frescos, deliciando-nos com todos os sabores e texturas tão característicos. Aqui, não trituramos os ingredientes, deixamo-los brilhar tal como são, cortados apenas em pedacinhos. E, como povo orgulhoso que somos, tornámos este prato nosso e passámos a chamá-lo de Gaspacho no Alentejo, e Arjamolho no Algarve.

“Tanta agitação à volta de uma sopa fria?” Se é esta a pergunta que lhe surge, e ainda não ficou convencido, veja abaixo os 4 motivos porque deve (passar a) gostar do nosso gaspacho!


1. Uma receita mais fresca que uma alface!

O gaspacho é a sopa mais fresca para os dias mais quentes de verão. Uma taça desta sopa, para além de proporcionar uma enorme frescura, traz também as cores vivas das hortaliças e vegetais que iluminam qualquer mesa.


2. Fácil de fazer

A mais-valia é não precisar de cozinhar nada, podendo prepará-lo rapidamente quando chega a casa após um dia bem passado na praia. E pode ainda escolher entre fazê-lo à moda portuguesa ou à espanhola, pois as duas formas são igualmente simples: na primeira, pica os ingredientes e junta água, azeite, vinagre e o pão aos cubos; na segunda, ainda dá menos trabalho, basta triturar todos os ingredientes e adicionar na mesma o pão em cubos. Uma forma assemelha-se mais a uma salada e a outra a uma sopa, sendo ambas uma verdadeira delícia.


3. Faz parte da dieta mediterrânica

A dieta mediterrânica, para além de se basear numa alimentação saudável, é também um dos pilares para uma vida equilibrada e saudável, proporcionando também um agradável convívio à volta da mesa. E o gaspacho, refletindo a dieta, insere-se nesse movimento em que as pessoas comem bem e partilham histórias entre amigos e familiares.


4. Pode fazer um gaspacho ao seu gosto

Se não aprecia os sabores do gaspacho original, não desespere e varie nos ingredientes da receita. Esta sopa fria é muito versátil, podendo ser preparada de forma mais rústica ou gourmet, feita como manda a tradição ou então com uma base de vegetais ou frutas, como o abacate ou as uvas. Por exemplo, no gaspacho de melancia, o tomate é substituído pela polpa da fruta de verão, ficando um sabor mais adocicado.



Receitas de Gaspacho? [clique aqui]

Sem comentários: