Sementes


Linhaça


Propriedades
Nos últimos anos tem-se publicado uma grande quantidade de informação sobre os efeitos curativos da semente de linhaça moída. Os investigadores do Instituto Científico para estudo da linhaça do Canadá e dos Estados Unidos , têm enfocado sua atenção no rol desta semente na prevenção e cura de numerosas doenças degenerativas. As investigações e a experiência clínica têm demonstrado que o consumo em forma regular de semente de linhaça, previne ou cura as seguintes doenças :

Cancro: de mama, de próstata, de colon, de pulmão, etc., etc.
A semente de linhaça contém 27 componentes anti-cancerígenos , um deles é; a LIGNINA. A semente de linhaça contém 100 vezes mais Lignina que os melhores grãos integrais. Nenhum outro vegetal conhecido até agora iguala essas propriedades . Protege e evita a formação de tumores . Só no câncer se recomenda combinar semente de linhaça moída com queijo cottage baixo em calorias .

Baixa de peso: A linhaça moída é excelente para baixar de peso, pois elimina o colesterol em forma rápida. Ajuda a controlar a obesidade e a sensação desnecessária de apetite, por conter grandes quantidades de fibra dietética, tem cinco vezes mais fibra que a aveia. Se você deseja baixar de peso, tome uma colher a mais pela tarde.
Sistema digestivo: Prevêem ou cura o câncer de colon. Ideal para artrite, prisão de ventre, acidez estomacal. Lubrifica e regenera a flora intestinal . Expulsão de gases gástricos . É um laxante por excelência. Previne os divertículos nas paredes do intestino.
Elimina toxinas e contaminadores. A linhaça contém em grandes quantidades dos dois tipos de fibras dietéticas solúvel e insolúvel . Contém mais fibra que a maioria dos grãos.

Sistema nervoso: É um tratamento para a pressão. As pessoas que consomem linhaça sentem uma grande diminuição da tensão nervosa e uma sensação de calma. Ideal para pessoas que trabalham sob pressão. Melhora as funções mentais dos idosos, melhora os problemas de conduta ( esquizofrenia ). A linhaça é uma dose de energia para teu cérebro, porque contém os nutrientes que reduzem mais urotransmisores (reanimações naturais )

Sistema imunológico: A linhaça alivia alergias, é efetiva para o LUPUS . A semente de linhaça por conter os azeites essenciais Omega 3, 6, 9 e um grande conteúdo de nutrientes que requeremos constantemente, faz com que nosso organismo fique menos doente, por oferecer uma grande resistência às doenças.
Contém grandes quantidades de rejuvenescedor , pois retém o envelhecimento. A linhaça é útil para o tratamento da anemia.


Sistema cardiovascular: É ideal para tratar a arteriosclerose , elimina o colesterol aderido nas artérias, esclerose múltipla , trombose coronária, alta pressão arterial , arritmia cardíaca , incrementa as plaquetas na prevenção da formação de coágulos sanguíneos. É excelente para regular o colesterol ruim . O uso regular de linhaça diminui o risco de doenças cardiovasculares. Uma das características ÚNICAS da linhaça é que contém uma substância chamada taglandina, a qual regula a pressão do sangue e a função arterial e exerce um importante papel no metabolismo de cálcio e energia . O Dr. J H. Vane, ganhou o prêmio Nobel de medicina em 1962 por descobrir o metabolismo dos azeites essenciais Omega 3 e 6 na prevenção de problemas cardíacos.

Doenças inflamatórias
O consumo de linhaça diminui as condições inflamatórias de todo tipo. Refere-se a todas aquelas doenças terminadas em “TITE”, tais como: gastrite , hepatite , artrite , colite , amidalite , meningite , etc.


Retenção de líquidos: O consumo regular de linhaça, ajuda aos rins a excretar água e sódio. A retenção de água (Edema) acompanha sempre à inflamação de tornozelos, alguma forma de obesidade, síndrome pré-menstrual , todas as etapas do câncer e as doenças cardiovasculares.

Condições da pele e cabelo: Com o consumo regular de sementes de linhaça você notará como sua pele volta-se mais suave . É útil para a pele seca e pele sensível aos raios do sol. É ideal para problemas na pele , tais como: psoriase e eczema .
Recomenda-se também como máscara facial para uma limpeza profunda do cútis. Ajuda na eliminação manchas, acne, espinhas, etc.
É excelente para a calvície . Essa é uma boa notícia para quem sofre de calvície. Também é útil no tratamento da caspa . Use-a como geléia para fixar e NUTRIR teu cabelo. Não use vaselinas que danificam teu coro cabeludo e teu cabelo.

Diabetis: O consumo regular de linhaça favorece o controle dos níveis de açúcar no sangre . Esta é uma excelente notícia para os insulina -dependentes.

Vitalidade física: Um dos mais notáveis indicativos de melhora devido ao consumo de linhaça é o incremento progressivo na vitalidade e na energia . A linhaça aumenta o coeficiente metabólico e a eficácia na produção de energia celular . Os músculos se recuperam da fadiga do exercício .

Modo de usar: Duas colheres de sopa por dia, batidas no liquidificador , se mistura em um copo de suco de fruta, ou sobre a fruta, ou com a aveia, ou iogurte no café da manhã ou no almoço. Podem tomar pessoas de todas as idades , inclusive mulheres grávidas .


Dicas de consumo de linhaça:

  • - A linhaça pode ser acrescentada em frutas, iogurtes, saladas, sucos, vitaminas, sopas e em preparações como bolos, tortas e massas de pães.
  • A linhaça pode substituir o óleo ou gordura utilizada em uma receita. 1/3 xícara (chá) de óleo é equivalente a 1 colher (sopa) de semente de linhaça moída.
  • 3 colheres (sopa) de linhaça fazem o mesmo “efeito” de 1 ovo para dar liga ou consistência. Use em panquecas e bolos.
  • Os benefícios da linhaça se potencializam quando a semente é moída ou triturada, já que a mesma passa sem sofrer digestão no trato gastrointestinal porque sua casca é resistente à ação do suco gástrico. Um modo fácil de quebrar as sementes é passá-las em um liquidificador na tecla pulsar, para que não vire pó. Guardar em pote bem fechado no refrigerador, e ao abrigo da luz por até 3 dias.
  • Faça um mix de óleos para temperar sua salada: misture 100ml de azeite de oliva extra virgem, 50ml de óleo de linhaça prensado a frio e temperos secos de sua preferência (alecrim, manjericão, majerona).


Benefícios da Semente de Linhaça

Na semente de linhaça estão presentes proteínas, carboidratos, vitaminas, fibras e ácidos graxos poliinsaturados (Ômega 3 e Ômega 6), assim considerada um alimento funcional.
A semente de linhaça é a mais rica fonte de Ômega 3 existente na natureza

Componentes e benefícios
  • Mais rica fonte de ômega 3 encontrada na natureza.
Benefícios:
prevenção de doenças cardiovasculares, previne e melhora os sintomas de depressão, auxilia para melhor funcionamento do cérebro (atenção e memória), ajuda na redução do colesterol ruim, na diabetes, osteoporose, redução de peso, possui propriedades anticancerígenas, principalmente em relação ao câncer de mama e cólon, é ótimo para um bom aspécto da pele.
Seu uso contínuo pode proporcionar aumento da defesa do organismo e redução do ritmo de envelhecimento celular.
  • Omega 6 
Benefícios:
reduz os sintomas do climatério e evita doenças relacionadas. Ótimo anti-inflamatório natural: diminuição dos sintomas para quem sofrem de eczema atópico, dermatite, neuropatía diabética, dor no peito, símdrome pré-menstrual, artrite reumatóide, pressão arterial elevada, e inflamações gerais.

  • Contém vitaminas B1, B2, C, E e Caroteno e minerais como ferro, zinco, alguma quantidade depotássio, magnésio, fósforo e cálcio.

QUAL MELHOR FORMA DE INGERIR?
Basta 1 colher de sopa da farinha de linhaça diariamente. O efeito benéfico é progressivo então deve virar um hábito em sua alimentação.

A semente de linhaça moída trás mais benefícios nutricionais que a semente inteira, que possui uma casca dura, difícil de digerir.
Você pode comprá-la já triturada (farinha de linhaça) ou bater as sementes no liquidificador. Depois, guarde-a em refrigerador, e deixe fora da luz. Desta forma, a utilização será ainda melhor.
A linhaça pode ser utilizada em iogurtes, saladas, sucos, vitaminas, misturada à cereais, massas de pães e bolos e em todos os outros alimentos.
Uma outra forma de conseguir os benefícios da linhaça é consumir o óleo de linhaça, que é extraído da semente inteira, usando métodos de extração desenvolvidos especialmente para este fim (a frio). O produto obtido é engarrafado (para ser usado em saladas ou pratos frios) ou colocado em cápsulas gelatinosas, sendo utilizado como suplementação de ômega-3.

Veja a composição nutricional de 15 g da Semente de Linhaça:
Valor calórico 43 Kcal
  • Carboidratos 1 g
  • Proteínas 2 g
  • Gorduras totais 3 g
  • Gorduras Saturadas 0 g
  • Gorduras Trans 0 g
  • Fibra alimentar 3 g
  • Ômega-3 58%
  • Ômega-6 16 %
  • Sódio 7,8 mg

Linhaça é a semente do linho que é utilizada na culinária, na indústria de cosméticos e em farmácias de manipulação além de sua utilização na fabricação de linóleo e na diluição de tintas a óleo para pinturas de telas.
É uma planta que é utilizada em quase toda a sua totalidade; do caule são retiradas as fibras para fabricação do linho e das sementes é extraído o óleo para utilização nas indústrias de tintas e resinas e é rico em ácidos linóleos que são o Ômega 3,6 e 9.
Esses ácidos promovem uma ação protetora para o coração e os vasos sanguíneos e estudos já demonstram a sua eficácia na redução do colesterol total e do mau colesterol.
O óleo de linhaça tem ação antiinflamatória (no lúpus eritematoso) e antialérgica possuindo propriedades similares aos estrogênios, os hormônios femininos, e prevenindo tumores, entre os quais, o câncer de mama.
É um aliado na suplementação alimentar por possuir ação antioxidante contra os radicais livres que, quando estão em excesso, provocam doenças crônico-degenerativas e envelhecimento precoce.
Uma de suas substâncias, a LIGNANA, é o fito-estrógeno mais pesquisado, nos dias de hoje, e oferece proteção contra as doenças sensíveis aos hormônios sexuais e ajuda a diminuir os sintomas da menopausa.
Sua constituição apresenta alta taxa de fibras solúveis (ideal como laxante e auxiliar na digestão), vitaminas B 1, B 2, C, E e,ainda, caroteno,ferro e zinco.

Observação: Essas informações não substituem sua visita regular ao seu médico.



Mais sobre a LINHAÇA







Semente de Sésamo - Gergelim
(mafuta, ocota, gingelim, gerzelim, jorgelim)

HABITAT:
Amplamente cultivado nos países do Médio Oriente e na Índia, de onde é originário. Actualmente, a sua cultura estende-se a outras regiões tropicais e subtropicais da América, da África e dos países mediterrâneos.

DESCRIÇÃO:
Planta herbácea que atinge até 1,5 m de altura. As flores são brancas, cor-de-rosa ou púrpura. Os frutos são umas cápsulas pubescentes que contêm várias sementes achatadas de 2 a 5 mm de comprimento, que normalmente têm cor castanha; embora também as haja brancas, vermelhas ou negras, segundo as variedades.

REFERÊNCIAS HISTÓRICAS:
O gergelim é uma planta oleaginosa cultivada desde tempos antiquíssimos. Na Mesopotâmia, na Índia, no Egipto, na China e na Grécia, as suas sementes eram muito apreciadas como condimento e como alimento requintado e energético.
No túmulo de Ramsés III (século XIII a.C.) pode ver--se num fresco a maneira como os egípcios já adicionavam gergelim à massa do pão. Actualmente continua a ser de uso popular em países orientais e americanos, onde inclusivamente se prepara com ele uma bebida semelhante à orchata, que as mulheres tomam para facilitar a secreção láctea quando amamentam.

PROPRIEDADES E INDICAÇÕES:
As sementes de gergelim contêm uma grande variedade de princípios nutritivos de alto valor biológico:
Lípidos ou gorduras (52%), praticamente todos eles constituídos por ácidos gordos insaturados, o que lhes confere uma grande eficácia na redução do nível de colesterol no sangue. Entre as gorduras do gergelim encontra-se a lecitina, que é um fosfolípido (gordura fosforada) que desempenha uma importante função no nosso organismo. É componente essencial do tecido nervoso, e também se encontra no sangue, no sémen e na bílis; e intervém na função das glândulas sexuais.
A lecitina é um poderoso emulsionante, que facilita a dissolução das gorduras em meio aquoso. Uma das suas funções no sangue consiste em manter dissolvidos os lípidos em geral, e especialmente o colesterol, evitando assim que se deposite nas paredes das artérias (arteriosclerose).

O gergelim é, juntamente com a soja, o vegetal mais rico em lecitina.
Proteínas (20%) de alto valor biológico, formadas por 15 aminoácidos diferentes com uma elevada proporção de metionina (aminoácido essencial).
Vitaminas, especialmente a E (tocoferol), a B1 ou tianina (0,1 mg por 100 g) e a B2 ou riboflavina (0,24 mg por 100 g).
Minerais e oligoelementos diversos, especialmente cálcio, fósforo, ferro e magnésio, cobre e cromo.
Mucilagens, a que deve a sua acção laxante suave.

Observando a composição desta pequena semente, não é de estranhar que nos países orientais ela seja considerada um restaurador da vitalidade e da capacidade sexual. Entre as suas muitas aplicações, assinalamos as seguintes:
Problemas nervosos: esgotamento nervoso ou mental; stress; perda de memória; melancolia, depressão nervosa; irritabilidade ou desequilíbrio nervoso; insónia (Œ). É um excelente complemento nutritivo para quem esteja submetido a uma grande actividade mental ou intelectual e deseje manter um bom rendimento.
Sobrecarga física: prática desportiva, gravidez, lactação, convalescença após intervenções cirúrgicas ou doenças (Œ).
Falta de rendimento ou de capacidade sexual, tanto no homem como na mulher.


Existem três tipos de sementes de gergelim:
as de cor branca, marrom e preta, sendo que a última apresenta mais características medicinais. O óleo de gergelim comumente utilizado é composto das três variedades.
O gergelim apresenta o sabor doce, característica neutra e ação principal no fígado e nos rins, nos quais aumenta a essência (Yin) e fortalece as funções. Igualmente tem efeito tonificador sobre o sangue./span>

Indicações para o uso do Gergelim

- Tonifica o fígado e os rins;
- Umedece os cinco órgãos;
- Fortalece os tendões e os ossos;
- Tonifica o estômago e os intestinos;
- Acalma o Qi do fígado;
- Clareia a visão;
- Refresca o sangue;
- Libera os efeitos tóxicos do calor;
- Tônico geral, principalmente após hemorragias;
- Deficiência de Qi baço/ pâncreas e dos rins;
- Fortalece os membros inferiores;
- Combate dores lombares e de joelhos, impotência sexual; reumatismos;
- Evita a queda e branqueamento precoce dos cabelos.

O gergelim é rico em vitamina A, B1, B2, E, niacina, cálcio, fósforo, ferro, fibras e, principalmente, em óleos, dos quais 40% é constituído de ácido linoléico, ácido linolênico, ácido oléico e outros.
O óleo de gergelim, largamente utilizado, deve ser empregado nas frituras vegetais, pois esta combinação evita a perda da essência dos mesmos. Também deve ser empregado para aqueles que fazem dieta exclusiva de vegetais, na qual faltam os óleos, principalmente os essenciais.
Dentre as gorduras poliinsaturadas contidas no óleo de gergelim, algumas são essenciais (ácido linoléico e ácido linolênico). O uso de óleo de gergelim é, portanto, importante, uma vez que o nosso organismo é incapaz de sintetizar esses ácidos graxos, que são indispensáveis no transporte de gorduras do sangue, promovendo assim a limpeza de gorduras saturadas sangüíneas, responsáveis pela hipercolesteroremia.


Gergelim e o Sistema Digestivo
O gergelim umedece e lubrifica os intestinos. Esta ação deve-se à presença de ácido linol presente na casca de gergelim, aumentando o peristaltismo intestinal, o trânsito do bolo alimentar e ativando a circulação sangüínea ao nível da parede intestinal. Desta maneira evita a prisão de ventre e as hemorróidas. Nas gestantes com prisão de ventre em que o uso de laxativos é contra-indicado, deve-se tomar sopa de gergelim para solucionar este inconveniente.

Gergelim e a Energia dos Rins
O gergelim nutre e fortalece a energia dos rins, aumentando, conservando e repondo a essência sexual.
Age sobre o coração, através dos rins, evitando as taquicardias. Conserva e nutre os cabelos evitando o branqueamento precoce, pois normaliza a função da melanina.
Associando-se o gergelim à papa de arroz integral, promove-se o aumento da lactação, pelo efeito já conhecido sobre a Energia do Canal Curioso do Vaso da Concepção.

Gergelim e a Energia do Fígado
O gergelim é utilizado para aumentar a acuidade visual, quer seja diurna, quer seja noturna, que é promovida pela presença de vitamina A.
A partir dos 45 anos, quando começa a diminuição da acuidade visual, é aconselhável ingerir gergelim de modo rotineiro.
Outra ação é sobre a hiperexcitabilidade do nervo periférico levando ao quadro de neurite. O gergelim também tem ação antinflamatória dos nervos periféricos.

Gergelim e o Sangue
Nutre o sangue e aumenta a produção pela presença de ferro. Também atua aumentando a resistência da parede dos vasos sangüíneos e fortalecendo todas as células do corpo.

Óleo de Gergelim
Apresenta sabor doce, característica refrescante, ligeiramente frio. Tem ação principal no intestino grosso.
Tem as funções de umedecer a secura, de favorecer o peristaltismo intestinal, de neutralizar as toxinas, de ser fortificante de Qi e de sangue, pois conserva as propriedades dos grãos de gergelim. É um meio ideal para retirar as vitaminas lipossolúveis dos vegetais.

Os benefícios da “chia”


Esta matéria é uma pesquisa que o Dr.Giovanni Tosco realizou por mais de cinco anos, recompilando pesquisas científicas de todo o mundo sobre a chia (Salvia hispanica) cujos benefícios são demonstrados no presente trabalho, que compara com outros produtos naturais com ácidos graxos ômega-3 e que não contêm colesterol, tanto no uso humano como no animal.

Resumo: A evidência científica apóia fortemente a chia como a fonte mais eficiente para enriquecer alimentos com ácidos graxos/gordos ômega-3. Ao agregar na forma direta semente ou farinha de chia ao produto final, ou incluindo-a nas dietas animais, não apareceram nenhum dos problemas que têm outras fontes de ômega-3, como a linhaça ou os produtos marinhos que mostram sabor de pescado, perda de peso nos animais, problemas digestivos, diarréia, alergias etc.
Por séculosos nativos das Américas usaram a semente da “chia” como alimento básico.
Os soldados astecas subsistiram com a “chia” durante suas batalhas e expedições. Os nativos do sudoeste comiam somente uma colher das de chá para uma marcha de 24horas, iam do Rio Colorado ao Oceano P
acífico, para negociar turquesas por conchas marinhas, levando somente uma bolsa com “chia” como alimento de sustento.

Sustentados pelas sementes de “chia” os índios Tarahumaras (os dos pés ligeiros) do México, caçavam as presas, perseguindo-as até cansarem. Em 1997 um Turahumara de 52 anos ganhou a Maratona Nike de 100 milhas, calçando somente suas sandálias feitas em casa.

Por que a semente de “chia” é um alimento de alta energia e resistência?

A “chia” é uma completa fonte de proteínas, proporcionando todos os aminoácidos essenciais.
Comparada com outras sementes, a de “chia” provê a mais alta fonte de proteínas; entre 19 e 23 por cento do seu peso é proteína.

Uma das maravilhas, somente encontrada na “chia”, é a sua habilidade de absorver mais de 12 vezes seu peso de água. Esta habilidade de segurar água, pode prolongar hidratação e retenção de eletrólitos em fluidos do corpo, especialmente durante esforços. Uma normal retenção de fluidos assegura uma normal dispersão de eletrólitos para atravessar a membrana celular. Mantém um bom balanço de fluidos para ajudar as funções celulares.

Propriedades do gel de“chia”

As sementes de “chia” têm uma capa de gel que protege a semente dos climas áridos e quentes onde são semeadas.

Quando uma colherada de “chia” é despejada num copo d’água e deixada por 30 minutos, se formará como uma gelatina sólida. Este gel, ou gelatina,é criado devido à fibra solúvel que contém.
Pesquisadores acreditam que este mesmo gel é o fenômeno que ocorre no estômago quando a comida contém este tipo de fibra pegajosa conhecida como mucilagem.

O gel criado, quando ingerido, produz uma barreira física, que divide as enzimas digestivas dos carboidratos, isto faz uma lenta conversão de carboidratos em açúcar. Tende a fazer uma digestão lenta e mantém os níveis de açúcar no sangue, a qual pode ser útil na prevenção e controle da diabetes.

Fácil de digerir, a absorção de água na “chia” é uma ajuda importante para a digestão humana. A “chia”amolecida n’água é melhor absorvida e digerida. Isto significa um rápido transporte aos tecidos.

Muita gente ainda utiliza esta cultura milenar na preparação de uma bebida refrescante e popularchamada “chia fresca” ou “água de chia”, que se consume no sudeste do México e América central, bem como na Califórnia e Arizona, nos Estados Unidos.

Muita gente ainda utiliza esta cultura milenar na preparaçãode uma bebida refrescante e popular chamada “chia fresca” ou “água de chia”, que se consume no sudeste do México e América central, bem como na Califórnia e Arizona, nos Estados Unidos.

A chia é uma excelente fonte de proteína, minerais e vitaminas do complexo B, é fácil de usar na preparação de alimentos e segura, não somente nas fórmulas para animais, como também para os humanos.

As Chia seeds (sementes de sálvia hispãnica) são um super-alimento antiquíssimo, proveniente das culturas pré colombianas. Chia é a palavra maia para designar força. As sementes eram utilizadas por estas culturas como alimento de mega-energia. Os mexicanos costumam dizer que uma colher das sementes é o suficiente para sustentar uma pessoa por 24 horas. E isto tudo porque elas possuem cinco vezes mais cálcio que o leite, duas vezes mais potássio que as bananas, três vezes mais anti-oxidantes que as famosas uvas-do-monte, três vezes mais ferro que o espinafre. São uma fonte de proteína completa, fornecendo todos os aminoácidos essenciais de que precisamos. São também mais ricas em fibras do que a aveia e contêm mais ômega 3 que a linhaça.

Sementes de Chia - Artigo Completo

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
As sementes de chia são um dos alimentos mais poderosos, funcionais e nutricionais do mundo, porque são uma excelente fonte de fibra, com antioxidantes e minerais, e a fonte vegetal conhecida mais rica em em ácidos gordos ómega 3. Ainda mais rica do que a Quinoa, por exemplo. Estas sementes são originárias da planta do deserto Salvia Hispanica, da família da menta, no sul do México. Há sementes cinzentas, castanhas, pretas e brancas. A variedade de sementes brancas é designada como Salba. Na Era Pré-Columbiana, as sementes de chia eram um componente das dietas aztecas e maias. A chia representava a ração de sobrevivência dos guerreiros aztecas. 2 colheres de sopa destas sementes conseguiam suster um guerreiro que marchava durante 24 horas. Os aztecas pagavam os seus impostos com estas sementes que eram, também, usadas como moeda.

Sugestão de utilização: pode espalhar as sementes inteiras ou moídas em cereais (eu utilizo nos corn-flakes logo de manhã, por exemplo), iogurtes, saladas, etc. Pode ainda moê-las e aidioná-las à farinha para fazer pão. Também pode usá-las como bebida fresca, colocando 2 colheres de chá de sementes de chia em 250 ml de água, mexendo e deixando repousar até criar um líquido ligeiramente gelatinoso. Como as sementes conseguem absorver várias vezes o seu peso de água formando uma espécie de gelatina são óptimas como substituto de ovo.

Em conclusão:
• A mais rica fonte de Ómega 3 e fibra na natureza
• Mais seis vezes cálcio do que o leite inteiro
• Mais três vezes ferro do que os espinafres
• Mais quinze vezes magnésio do que os bróculos

É adquirida em qualquer loja de produtos naturais ou em lojas de produtos para animais (estas sementes também são utilizadas como ração de pássaros, mas podem ser perfeitamente consumidas pelos humanos também).

Hoje em dia, estudos científicos provam que a chia proporciona grande número de nutrientes interessantes, de tal modo que esta semente mágica está a ser redescoberta pelos nutricionistas e está a ganhar rapidamente uma enorme popularidade, quer seja na alimentação humana ou na dos animais. Actualmente a chia é cultivada para fins comerciais no México, Argentina, Bolívia, Peru e Colômbia.

A chia pertence, exactamente como o psílio e a linhaça, às sementes mucilaginosas. Estas sementes são de facto ricas em mucopolis-sacarídeos e constituem uma excelente fonte de fibras alimentares solúveis e insolúveis. São os mucopolissacarídeos solúveis que formam um gel mucoso incolor à superfície das sementes, quando entram em contacto com a água. Quando se mete um punhado de sementes de chia num copo de água, constata-se que após alguns minutos o copo está cheio com um tipo de gel pectinoso. Estas mucilagens são benéficas para os intestinos. Em primeiro lugar podem fixar até 12 vezes o seu peso em água, o que faz que melhorem a qualidade e a consistência das fezes em caso de diarreia. Além disso estes mucopolissacarídeos constituem também uma camada de mucilagem na parede intestinal de tal modo que as bactérias patogénicas são travadas nos seus efeitos danificadores e que as mucosas do intestino possam recuperar mais depressa.


~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
Sementes de Chia (Salvia hispânica)

Estas sementes de forma oval com 2mm de comprimento, são oriundas do México e Guatemala, e eram consideradas um super alimento para os incas e maias, sendo que os seus guerreiros alimentavam-se alguns dias só com estas sementes em tempos de batalhas. O significado de Chia é “força”, pela energia que proporciona e naquela época valiam mais do que o próprio ouro.

Vejamos as suas características:

Cerca de 19 a 23% do seu peso é proteína completa, contem todos os aminoácidos essenciais em equilibrio perfeito.
60% do seu óleo é Ómega 3 e 40% Ómega 6.
Contem: 6 vezes mais cálcio do que o leite, 3 vezes mais ferro do que os espinafres, 15 vezes mais magnésio do que os brócolos. É também rico em magnésio, manganésio e boro (que também é fundamental para os ossos).
Conteúdo de antioxidantes superior ao dos mirtilos.
100% natural, sem glúten e não OGM.

Benefícios:

As sementes de Chia são o sonho de quem faz dieta, pois eliminam a fome por aumentarem o seu volume evitando assim o desejo de ingerir mais alimentos e além disso limpam o corpo das toxinas dos intestinos.
Equilibram o açúcar no sangue, garantindo energia ao longo do dia e diminuindo o risco de diabetes tipo 2.
Ajudam a regular o trânsito intestinal, previne diverticulos (diverticulose), pois a sua fibra solúvel hidrata o cólon e facilita o movimento peristáltico.
Elimina os desejos constantes de petiscar comida.
Ajuda a diminuir os níveis de colesterol e triglicéridos.
São também muito benéficas para desportistas, pois por serem hidrofilicas, e absorverem até 10 vezes o seu peso em água, mantêm o corpo hidratado.
No caso de refluxo gastro esofágico, colocar 1 colher de chá de sementes de chia num pouco de água, mexer e beber de imediato. Aguardar uns minutos e depois beber 1 copo cheio de água. Ajudam a absorver o excesso de ácido.


Indicadas para:

Perda de peso e manutenção
Problemas da tiróide
Hipoglicémia e diabetes
Sindroma do cólon irritável
Doença celíaca
Refluxo gastro esofágico
Hipercolesterolemia


Vale a pena experimentar as sementes de Chia.


A Natureza dispõe de tudo o que precisamos para o nosso bem-estar.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
As vantagens da semente de chia


A alta concentração de ácidos gordos ómega-3 traz grandes benefícios para a saúde do seu coração.

Se está a par das novidades sobre os chamados superalimentos, sabe que as sementes de chia ganharam reputação de estrelas. As sementes de chia (sálvia-hispânica) são um dos alimentos mais poderosos, funcionais e nutricionais do Mundo, porque são uma excelente fonte de fibra e o sonho de quem faz dieta, pois eliminam a fome por aumentarem o seu volume, evitando assim o desejo de ingerir mais alimentos.

As sementes de chia têm elevados níveis de ómega-3, o que é invulgar no mundo das plantas, segundo a reputada nutricionista australiana Catherine Saxelby. Elas são 18% ALA (ácido alfa-linolénico) – a forma vegetal de ómega-3 –, que é aproximadamente a mesma da linhaça. As suas outras potencialidades incluem grandes quantidades de fibras e proteínas e uma variedade de vitaminas e sais minerais, incluindo cálcio, fósforo e ferro.

  • Uma receita simples: triturar polpa de manga (ou papaia) com um pouco de água, depois adicionar 2 colheres de chá de sementes de chia, xarope de agave, misturar bem e levar ao frigorífico 15 minutos. Consumir de seguida.
  • Pode polvilhar sementes de chia em quase tudo: nos cereais, nos batidos, iogurtes – sem prejudicar o sabor. A Dra. Saxelby sugere ainda:
  • Use-as no polme dos rissóis, almôndegas ou hambúrgueres. «Elas acrescentam um mastigar agradável, assim como sementes de papoila.»
  • As sementes de chia branca têm um sabor neutro e uma cor luminosa, por isso são um substituto ideal para a farinha branca em bolos caseiros.
  • Misturar 1 ou 2 colheres de sopa de sementes num copo de água e adicionar ao caldo da sopa.

Cânhamo na alimentação

As sementes de cânhamo foram consumidas pela humanidade (e pelos animais) durante séculos. Populações inteiras, sobretudo na China, sobreviveram em épocas de fome devido a estas sementes. Na China, no cinema, ainda se podem comprar sementes de cânhamo tostadas, da mesma forma que no Ocidente se encontram pipocas.
Segundo Rowan Robinson, autor do livro Manifesto do Cânhamo, o cânhamo, pelas suas múltiplas aplicações e qualidades, teve e terá um impacto positivo na sociedade em que vivemos e na ecologia do nosso planeta.



As sementes de cânhamo têm uma proporção de ómega 3 e 6 ideal para a saúde humana. São igualmente ricas em minerais e em aminoácidos essenciais, o que as torna numa fonte completa de proteínas. Pela sua riqueza nutricional podem mesmo ser consideradas um super alimento da natureza.
O consumo do óleo e das sementes de cânhamo é ideal para pessoas com baixo nível de ácidos gordos essenciais, e também para atletas e crianças. É ainda particularmente valioso à população vegetariana e vegana, que encontra no cânhamo uma fonte completa de proteínas.
As sementes de cânhamo inteiras (com casca) são óptimas torradas (tostar ligeiramente no forno), para fazer leite de sementes de cânhamo, para germinados ou moídas para usar em receitas com farinha. Por sua vez, as sementes descascadas são ideais para povilhar massas, saladas, arroz, para enfeitar sobremesas ou para comer simples.

Óleo de Cânhamo
Óleo de cânhamo

O óleo de cânhamo tem um sabor suave e é ideal para temperar saladas. Devido ao seu elevado índice em ácidos gordos essenciais, não deve ser aquecido porque o calor destruirá os ácidos gordos. No entanto, pode ser adicionado a todos os alimentos retirados do calor, para melhorar o seu sabor e índice nutritivo.

  • Uma das maneiras mais simples de consumir cânhamo é em batidos. Basta misturar sementes de cânhamo orgânicas (inteiras ou descascadas) com fruta e um pouco de sumo num liquidificador.
  • Uma outra forma de aproveitar toda a riqueza nutricional do cânhamo é confeccionar leite das suas sementes. A receita é simples: coloca as sementes de molho durante 24 horas com algumas amêndoas orgânicas. Escorre, passa por água e mistura numa liquidificadora com um pouco de água. Coa com um pano ou um passador e está pronto a consumir. Pode ser conservado durante 48h no frigorífico. 
  • Uma máquina de leite de soja permite também confeccionar o leite de cânhamo (assim como de outras sementes e frutos secos) de forma mais rápida e prática.
De forma a aproveitar a riqueza nutricional do cânhamo, no mercado começam a aparecer alimentos confeccionados a partir das suas sementes, como massas enriquecidas com farinha de cânhamo, chocolates com cânhamo .

Referências:
yaoh.co.uk/about-hemp.html
www.hemp.co.uk

Fonte: Centro Vegetariano

Sementes: Onde comprar em Portugal

Universo dos Alimentos 2008

TOP